Paixão Verdadeira

flores

Ela brasileira nascida no interior de São Paulo casou cedo por volta dos 18 anos e mudou-se para Portugal, lá teve seu filho e uma vida feliz até que perto dos 30 anos ficou viúva e depois de pensar muito decidiu deixar a Europa e voltar para viver no Brasil, escolheu próximo de alguns parentes uma cidade tranquila para morar e tocar a sua vida fazendo novas amizades. Matriculou o filho, na época com cinco anos, em uma boa escola, foi se adaptando e saia pra passear de vez em quando. Sentiu o muro da solidão. Foi percebendo naquela cidade que o comportamento dos homens que ela conhecia casualmente não tinham a intenção de coisa séria, queriam apenas divertimento. Foi a falta de um companheiro para relacionamento sério, que a fez tomar a decisão de se inscrever na Agência Par. Principalmente por que na Europa tem muitas agências matrimoniais, lá casamenteiros existem desde que o homem se se organizou em sociedade.
Ela se inscreveu e ficou a espera de uma boa notícia.
Ele morava sozinho, era divorciado e administrava sua vida. Aos sábados buscava os filhos e passavam juntos a maioria dos finais de semana, já que moravam com a ex, de quem havia se separado há mais de dois anos. Determinado resolveu procurar uma companheira. Ele buscava uma mulher para viver uma paixão verdadeira e para ele que tinha uma vida muito corrida, como engenheiro civil de uma grande obra e com tempo/vida resumido em trabalho/filhos. Ele dizia que se fosse para arrumar uma namorada casualmente seria muito difícil e considerou que a melhor opção que encontrou foi a Agência Par. Tinha certeza que a encontraria e que o relacionamento teria base solida. Ele foi pontual e rápido na entrega dos documentos e já estava tudo pronto para ser apresentado para uma pretendente.
Somente na quinta tentativa que enviamos, ele despertou interesse em ver a foto. Ficou impressionado com sua beleza e história de vida e assim foram apresentados. Ela ficou surpresa e feliz quando atendeu o telefone e lhe falei que tínhamos um pretendente para lhe apresentar. Ao ver a foto dele e ter conhecimento dos seus sonhos, seus desejos e suas preferencias também quis conhece-lo.  A última notícia que tivemos deles foi que já estavam morando juntos.