Maturidade do Amor

Ela estava sozinha há 4 anos e falava com entusiasmo como era o pretendente desejado. Ao mesmo tempo demonstrava decepção em suas histórias, tentativas e frustrações na procura de um companheiro. Mas o sonho persistia a e ela estava disposta a encontrar esse alguém especial para amar. Apaixonada por política também gostava do campo de passeios rurais. Às vezes conversávamos horas no telefone e ela contava como tinha sido o final de semana ou o que achou do filme que assistiu. Às vezes pedi opinião sobre conquistas e assim fomos procurando encontrar o seu companheiro. O tempo passa e a história se repete, o que muda é o ambiente e o nível de conhecimento do ser humano, todos temos nosso momento de maturidade para assumirmos um compromisso afetivo e ter um cônjuge, uma família e um lar. A família se transforma e muda conforme a sociedade evolui, mas sempre está presente agora e sempre se adaptando aos novos tempos. Namorar, amar, casar e formar família tem sido constante na história. Histórias reais e imaginárias, quem nunca ouviu falar do romance Romeu e Julieta ou Helena de Tróia e Paris, Tristão e Isolda... Existem os amores reais e os e que marcaram época como Júlio César e Cleópatra, Napoleão e Josefina, até Hitler (aquele horrível) amou Eva Braun que por muitos anos foi sua companheira e por quarenta horas sua esposa , príncipe Charles e Camilla Parker, Elizabeth Taylor e Richard Burton e milhões de casais anônimos que se encontraram por amor. É uma questão de maturidade de ambos e a oportunidade de encontrar o par ideal no momento certo e essa história demonstra claramente quando um homem atinge sua maturidade em relação ao casamento.
Ele nos encontrou através da internet uma pessoa da família lhe mostrou nosso site, leu as dicas e informações e percebeu a seriedade do trabalho ao ouvir que o nosso objetivo seria buscar pessoas que desejariam um relacionamento sério. Resolveu ligar, conversamos por muito tempo para iniciarmos a sua inscrição, após essa longa conversa ele preencheu a ficha de inscrição onde discorreu sobre o a sua maneira de pensar e desejar para si e para seu futuro par e claro sobre o relacionamento que almejava, ele dizia: Eu particularmente considero que o maior compromisso da vida é assumir uma vida a dois, acredito que deve ser muito gratificante o vosso trabalho que ajuda a dar sentido à vida conjugal." ele expressava como era a companheira desejada: Uma mulher sem vícios e que fosse católica. Uma expressiva frase chamava a atenção:" Principalmente que ela soubesse qual o sentido do namoro, do noivado e principalmente o sim matrimonial e posteriormente a vida conjugal, e ainda dizia: Não estou falando de perfeição mas que eu possa falar para mim que ela é a melhor mulher do mundo"
As suas atitudes somada ao que ele nos escreveu e demonstrava em seus compromissos nos deu a certeza de sua maturidade e de seu caráter idôneo, fazendo nos acreditar em sua busca sincera e objetiva.
Liguei para ela para contar a novidade. Apresentamos os dois e a partir daquele momento o amor começou a escrever mais um capítulo de sua interminável história.