Foi no mês de agosto, há alguns anos atrás, que ela se inscreveu. Quando conversamos pela primeira vez, pelo telefone, a conversa fluía e parecia que já nos conhecíamos desde a infância, falávamos de todas as coisas, assuntos que algumas vezes temos receio de contar até para as nossas melhores amigas. Foi empatia desde a primeira frase. Formada em Administração e Comércio Exterior ela trazia na conversa um conteúdo interessante, bem humorado e inteligente, nos falávamos diversas vezes, conversávamos por hora inteira e a orelha chegava a ficar vermelha. Pacientemente ela me chamava de Cupida e pedia para que encontrássemos para ela um loiro alto, um homem corajoso, ela queria um companheiro para dividir a vida e construir uma família. Procurava alguém que tivesse respeito por família e que pudesse estar ao seu lado totalmente.

Perto do Dia das Mães, dois anos depois, um alemão muito correto, responsável e pontual, residente no Brasil, com um metro e oitenta e oito de altura enviou a sua ficha de inscrição, ele estava determinado a encontrar o amor pra sua vida, àquela que fosse sua amiga antes de ser o seu amor. A afinidade foi tanta que dois meses depois de terem sido apresentados decidiram se unir. E o namoro subiu de posto, foi o namoro que evoluiu mais rápido de todas as historias de amor que aconteceram em 18 anos da Agencia Par...foi fantástico ser cupido!
O tempo passou, foi mais de um ano depois que nos recebemos deste casal um e-mail com esta foto. Foi um dia de muita alegria pra gente, no e-mail ele contou que ambos estavam bem, que tínhamos acertado em apresenta-los e que em pouco tempo nasceria um herdeiro de todo esse Amor.