O Primeiro Encontro

O primeiro encontro entre duas pessoas é recheado de emoções, o momento é especial, mágico, com uma alta dosagem de suspense.
São expectativas que se misturam diante do inusitado, do imprevisível, o que um está pensando do outro? Rapidamente tentam perceber se há possibilidades de outros encontros, tentam descobrir se existe compatibilidade e se estão a fim de darem uma chance e se conhecerem melhor. Neste encontro não é somente a amizade o sentimento esperado, e sim que tudo seja maravilhoso, inesquecível, perfeito, e dê preferência que criem laços.
Os momentos que antecedem a este encontro são cheios de ansiedade e expectativas, as possibilidades e as circunstâncias nas quais esse encontro pode acontecer são as mais variadas possíveis, dependendo da disponibilidade e das intenções de quem vai encontrar. O encontro pode ser em um almoço, ou mesmo em um jantar (bem mais romântico), até nos desenhos animados o Par se encontra, sentam-se em uma mesa com o luar de pano de fundo. Lembre-se que até em um lanche, um sorvete, ou um cinema pode acontecer um clima diferente no ar, onde ambos percebem que está por vir um momento especial.
Um encontro trás consigo emoções e sensações que não se perdem com o tempo ou com a idade. No maravilhoso livro "O Pequeno Príncipe", no encontro da raposa com o principezinho é emocionante, disse a raposa: "-Se tu vens as quatro da tarde desde as três eu começarei a ser feliz, quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz, às quatro horas então estarei inquieta e agitada, pois descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração. Um rito faz com que um dia seja diferente dos outros dias, uma hora diferente das outras horas".
Às vezes algumas pessoas tentam abafar o significado romântico da palavra "encontro", por terem tido algumas desilusões ou "desencontros", mas lembre-se, pessoas são diferentes umas das outras. É como se a palavra "encontro" significasse compromisso, responsabilidade com o outro o que muitas vezes gera um peso, abafando as emoções e tendo como resultado um comportamento medido e frio, mas na verdade também quer desabrochar um novo sentimento. É como um atleta que deseja fazer um gol, mas não chuta por medo de errar, ele não erra, mas também nunca marca o gol!
Os primeiros encontros servem para ambos conhecerem-se, passarem horas agradáveis juntos avaliando se realmente gostam da companhia um do outro, se o tempo passa rápido ou lentamente, se a cada minuto surge um novo assunto ou se é somente monossilábico. Se você está querendo apenas a conquista sem cultivar um sentimento real, está fazendo um mal para você e para o outro, não pense que sairá ileso, vai congelar o seu coração e isso gera angústia e insatisfação. O amor em contrapartida é uma conquista sim, lenta e laboriosa, mas fundamentalmente precisamos ser verdadeiros.
O que deve prevalecer é um bate papo leve sobre assuntos interessantes para ambos, nada de ficar falando mal da vida de alguém nem de ficar falando somente de problemas, de saúde, de família ou financeiros, enfim deixe-os de fora no primeiro encontro.
Algumas mulheres abrem com muita facilidade a sua vida, seu passado, seus desejos, sua fragilidade e se tornam fáceis, possivelmente um homem perderá a graça em conquistá-las. As relações estão muito confusas e os padrões também, fica difícil saber os limites e o momento certo da entrega, da iniciativa. É importante ir com calma para que evite se arrepender depois. Se você já cometeu alguns erros serviram para que você aprendesse com eles, o importante é não desistir de tentar, errar é humano!
O objetivo dos dois é se conhecerem, é importante falar um pouco sobre si, o que gosta e o que não gosta, ouvir o outro, percebendo aos poucos como é o perfil de cada um, o mais importante é a sinceridade e transparência ao falarem do que buscam, do que mostram e o que esperam. Atenção, não vale ir com um protótipo na cabeça, para descartar se o outro não se encaixar totalmente no imaginário, é preciso separar a fantasia do conjunto real.
Encontrar pessoas é fácil, o difícil é encontrar a pessoa certa.
Se um novo encontro está sendo marcado, ótimo, mas tenha calma, afinal o desconhecido não se desvenda de uma só vez, cada vez que saem juntos é um passo a mais no caminho, é um acontecimento em direção da possibilidade de acontecer um relacionamento.
Esperamos que essas dicas sejam para você uma verdadeira ajuda nesta maravilhosa tarefa de encontrar o seu par, pois afinal é pra isso que estamos aqui.
André Carvalho e Roseli Sanches Carvalho.