Gafes de Ambos os Sexos

DICA: O ENCONTRO
Saber se relacionar com o sexo oposto não é tão fácil como parece!
Muitas vezes até pensamos que deveríamos ter vindo ao mundo com um manual de instruções...
Eis aqui algumas úteis para você :
GAFES DE AMBOS OS SEXOS
HOMENS NÃO DEVEM:
Bancar o caçador desesperado.
Contar suas vitórias.
Beber demais.
Falar somente de trabalho.
Cantada manjada e catalogada.
Contar vantagens (tenho isso...)
Falar das ex...
Falta de higiene.
Perguntar 3 x o seu nome...
Se fazer de vítima da vida.
Escolher o cardápio pela coluna direita...(preço)
MULHERES NÃO DEVEM :
Falar demais ( principalmente de si).
Falar e falar do seu sucesso profissional.
Se entregar facilmente.
Não caprichar no visual.
Ser indiscreta.
Perfume em excesso.
Tomar a iniciativa.
Mostrar que está no comando...
Mostrar ansiedade.
Perguntas do tipo: interrogatório
Fumar demais.
Chamar o garçon.
Falar de ex...
"O primeiro encontro entre duas pessoas é pura emoção, é um momento especial cheio de suspense, mágico, envolto nas mais diferentes expectativas que se misturam diante do inusitado, do novo e do imprevisível .
Os primeiros encontros são a oportunidade que ambos tem de passar algumas horas agradáveis juntos e avaliar se realmente gostam da presença um do outro, ou seja, se dão a oportunidade do conhecimento mútuo. O que deve prevalecer é um bate-papo ameno, sobre assuntos agradáveis,que não precisam ser necessariamente superficiais .Nada de falar o tempo todo de política, contar toda a vida...nos mínimos detalhes, falar mal do (a) "ex", ou esquecer de ser um bom ouvinte. Como o objetivo de ambos é se conhecer melhor, é importante fazer algumas colocações pessoais que revelem um pouco do perfil de cada um. Bem, se novos encontros vem sendo marcados, ótimo...mas, calma...afinal, o desconhecido não se desvenda de uma só vez, assim como o sabor da novidade não se esgota num único encontro.
Por isso, cada vez que saírem juntos é um novo e importante passo em direção á possibilidade de acontecer o início de um relacionamento".
DICA : O ENCONTRO
Saber se relacionar com o sexo oposto não é tão fácil como parece!
Muitas vezes até pensamos que deveríamos ter vindo ao mundo com um manual de instruções...
Eis aqui algumas úteis para você :
GAFES DE AMBOS OS SEXOS
HOMENS NÃO DEVEM:
Bancar o caçador desesperado.
Contar suas vitórias.
Beber demais.
Falar somente de trabalho.
Cantada manjada e catalogada.
Contar vantagens (tenho isso...)
Falar das ex...
Falta de higiene.
Perguntar 3 x o seu nome...
Se fazer de vítima da vida.
Escolher o cardápio pela coluna direita...(preço)
MULHERES NÃO DEVEM :
Falar demais ( principalmente de si).
Falar e falar do seu sucesso profissional.
Se entregar facilmente.
Não caprichar no visual.
Ser indiscreta.
Perfume em excesso.
Tomar a iniciativa.
Mostrar que está no comando...
Mostrar ansiedade.
Perguntas do tipo: interrogatório
Fumar demais.
Chamar o garçon.
Falar de ex...
"O primeiro encontro entre duas pessoas é pura emoção, é um momento especial cheio de suspense, mágico, envolto nas mais diferentes expectativas que se misturam diante do inusitado, do novo e do imprevisível .
Os primeiros encontros são a oportunidade que ambos tem de passar algumas horas agradáveis juntos e avaliar se realmente gostam da presença um do outro, ou seja, se dão a oportunidade do conhecimento mútuo. O que deve prevalecer é um bate-papo ameno, sobre assuntos agradáveis,que não precisam ser necessariamente superficiais .Nada de falar o tempo todo de política, contar toda a vida...nos mínimos detalhes, falar mal do (a) "ex", ou esquecer de ser um bom ouvinte. Como o objetivo de ambos é se conhecer melhor, é importante fazer algumas colocações pessoais que revelem um pouco do perfil de cada um. Bem, se novos encontros vem sendo marcados, ótimo...mas, calma...afinal, o desconhecido não se desvenda de uma só vez, assim como o sabor da novidade não se esgota num único encontro.
Por isso, cada vez que saírem juntos é um novo e importante passo em direção á possibilidade de acontecer o início de um relacionamento".
Jornal da Manhã (Marília-SP)
18 / julho / 2004