Amor se Constrói no Dia-a-dia

As atitudes que tomamos e o que demonstramos em nossos relacionamentos, muitas vezes, é o que recebemos de volta, "o efeito bumerangue". Se você estiver recebendo apenas "patadas" em seu relacionamento, cuidado, talvez você esteja dando "patadas" também.
Querer sempre ir à forra, ou ficar com pensamentos vingativos tipo:
- Ele (a) vai ver só...
- Se ele (a) fizer isso, eu faço aquilo também.
Esse comportamento gera um ciclo vicioso de ódio, muito difícil de acabar, sempre tem um novo capítulo, tendo como combustível as mágoas e em conseqüência: o desamor. O detalhe é que sempre retorna a sua vez de agir, continuar a movimentar o ciclo vicioso ou ter uma nova chance, uma opção diferente e não prevista, que é de buscar a paz.
Se uma das duas pessoas envolvidas em um impasse não quebrar o ciclo, ele continuará aumentando, e a cada nova volta ele aumenta o poder de destruição.
Quantas famílias, irmãos, amigos e casais que perdem um tempo precioso de suas vidas em alimentar o ódio e destruir seus relacionamentos ao invés de cultivá-los como uma frágil existência. É como aquele horticultor, que num primeiro momento cultiva a hortaliça (compara-se ao relacionamento), ele planta, joga a água necessária, aduba, tira as ervas daninhas, em um segundo momento, diante das dificuldades habituais da vida, o horticultor pisoteia raivosamente as frágeis hortaliças, na conquista também um faz de tudo para que o outro esteja feliz, dá atenção, carinho, etc., depois em um determinado momento, magoa, deixando o outro triste.
Muitas vezes em um relacionamento não conseguimos nos conter e pisoteamos sem dó o relacionamento. Em uma planta é fácil perceber o malefício, é palpável, visível, a planta morreu ou ficou danificada. Em um relacionamento as pessoas são cegas ao pisotear seus próprios relacionamentos, não conseguem enxergar os malefícios, depois se sentem solitárias, sem amigos ou sem um amor. É muito importante e saudável aprender cultivar e sempre ter uma atenção especial ao relacionamento que você têm.
Precisamos aprender a ser o horticultor paciente e dedicado ao nosso relacionamento, para que continue viçoso e saudável.
O melhor a fazer é surpreender quem você sinceramente gosta, com algo de positivo, usando o bom humor, criatividade e bom senso.
O amor é construído no dia-a-dia, como?
Algumas dicas que consideramos importante dentro do universo que é o amor.
DICAS PARA OS HOMENS:- Telefone, não para pegar no pé, mas para saber como ela está se sentindo, uma mulher valoriza quando o homem se importa com ela e demonstra interesse.
- Avise, quando for ficar ausente um tempo maior que o de costume, comunique a ela, isso não é dar satisfações e sim atenções.
- Experimente, se ela lhe der um palpite, para mudar algo, o cabelo ou o jeito de se vestir, experimente pode ser que você goste, e se não gostar, diga-lhe a verdade.
- Comunique-se. Nunca se faça de "capacho" para não brigar ou para se anular. Comunique seu ponto de vista para o outro e sempre mantenha um canal aberto.
- Comunique-se com cautela. Se você sentir que a conversa esquentou demais e pode virar uma briga, saia de perto e conclua a situação quando estiverem mais calmos.
- Lembrar datas importantes faz qualquer mulher sensível, ficar muito feliz, o presente é menos importante que um gesto de delicadeza.
DICAS PARA MULHERES- Quando ele chegar para um encontro, não banque a chata de cara feia, fazendo cobranças do tipo: Onde você estava até agora? Com quem? Desde que horas? O que estavam fazendo? Dê um tempo de cinco minutos, porque o comportamento deste momento pode significar um péssimo ou um ótimo encontro, mantenha a calma, (mesmo que ele esteja atrasado por uma hora), quando ele chegar, respire fundo, deixe agradável os primeiros momentos do encontro é bem provável que ele lhe contará o que aconteceu, depois, se ele não se justificar pelo atraso pergunte de maneira educada.
- Não seja do Contra: Geralmente as brigas giram em torno de banalidades, mas que são extremamente prejudiciais ao relacionamento.
- Mulher fofoqueira é o fim, nove entre dez homens detestam este comportamento na mulher, que fica "cuidando da vida dos outros".
Na realidade não existe uma fórmula pronta a ser seguida para ser feliz por todo o sempre, ao lado da pessoa que escolhemos para dividirmos a vida. Para ser feliz no amor é preciso dosar a importância da paciência com a paixão, o carinho, com amor, a cada dia é preciso adubar, regar, para dividir o sorriso e a lágrima se houver. Lembre-se disso!
(André Carvalho e Roseli Sanches Carvalho)